Filhos teriam descoberto traição do pastor Anderson do Carmo e decidido executá-lo, diz Polícia

Resultado de imagem para pastor anderson e flor de lis

Um caso extraconjugal pode ter sido a motivação para o assassinato do pastor Anderson do Carmo, segundo uma das linhas de investigação adotada pela Polícia, que deteve dois filhos do casal por suspeita de envolvimento no crime.

Anderson, que ao lado de Flordelis registrou 55 filhos (51 adotivos), foi assassinado na madrugada de domingo, 16 de junho, com pelo menos 15 tiros. Ontem, após o sepultamento, a Polícia prendeu discretamente Flávio dos Santos, já que havia um mandado de prisão em aberto contra o rapaz, acusado de violência doméstica contra a ex-mulher.

Flávio é filho biológico apenas de Flordelis, fruto de um relacionamento anterior ao seu casamento com Anderson. Flordelis rechaçou a hipótese de que um de seus filhos adotivos seja o autor do crime: “Isso é ridículo, acusar alguém sem provas”, garantiu a pastora e deputada federal, logo após o enterro.

De acordo com informações do G1, um segundo filho do casal, Lucas, de 18 anos – este adotado – foi preso também por envolvimento com tráfico de drogas. Como ele era menor de idade quando o crime ocorreu, foi transferido para unidade do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase).

“O secretário da Polícia Civil esteve comigo e me disse que havia a suspeita de que um dos filhos adotados, formal ou informalmente, teria praticado o crime. Agora está nessa linha de investigação. Nós entendemos que é um fato lamentável, e espero que tudo seja resolvido rapidamente. Estou acompanhando as investigações”, comentou o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC).

Reviravolta

No RJTV, a repórter Bete Lucchese, informou que os investigadores passaram a averiguar uma nova hipótese: “Vejam só, os filhos teriam matado o pai para defender a mãe. Teriam descoberto um caso extraconjugal dele”, disse a jornalista da TV Globo. Outra linha de investigação apura se o crime foi resultado de uma desavença familiar envolvendo dinheiro.

Agora, com maiores informações sobre o caso, a Polícia Civil procura por um terceiro suspeito envolvido na morte do pastor, segundo informações do jornal O Dia. Os investigadores acreditam que o caso está perto de ser solucionado.

Em tese, os filhos suspeitos de estarem envolvidos na morte do pastor teriam descoberto a traição de Anderson do Carmo, que tinha 42 anos, e decidiram executá-lo: “Os filhos tomaram as dores da mãe e o executaram, por isso ela está batendo na tecla do latrocínio. Há uma concentração de tiros na genitália da vítima e isso mostra que os criminosos agiram com raiva. Há uma terceira pessoa sendo procurada pelo crime. Já temos imagens de câmeras e, a qualquer momento, podemos ter resultados”, disse uma fonte da Polícia Civil.

“Isso é uma inverdade. Não é verdade, isso é especulação, e eu não vou permitir que ninguém acuse um dos meus filhos sem ter provas”, afirmou Flordelis à imprensa, logo após o sepultamento do marido, no cemitério Memorial Parque Nycteroy, em São Gonçalo (RJ).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: