Missionários salvam `bruxas´ da morte

Missionários salvam `bruxas´ da morte

Quando um surto de sarampo começou a matar moradores de uma aldeia remota em Papua Nova Guiné (PNG), a cultura local apontava para um trabalho de bruxaria. Logo, quatro mulheres foram acusadas de serem responsáveis e por isso seriam mortas.

Graças a intervenção de missionários cristãos que trabalhavam na região, elas foram salvas da execução. O ocorrido foi saudado como uma vitória no esforço do governo para erradicar os ataques relacionados a bruxaria em Papua Nova Guiné, mas os missionários acreditam que a violência continuará.

A província de Enga ainda vive num sistema tribal, onde as leis que prevalecem são culturais. A polícia foi chamada pelos missionários. Quando os ânimos se acalmaram, os missionários tentaram explicar o que é uma doença e por que eram contrários à pena de morte.

O vice-comandante da polícia de Enga, Epenes Nili, disse que sem a denúncia dos missionários o pior teria ocorrido. Ao final da conversa com as autoridades, as mulheres acusadas se comprometeram a não mais realizar seus feitiços.

Em PNG, responsabilizar a bruxaria por problemas é algo que está arraigado em algumas partes do país. Geralmente, as bruxas são torturadas e exige-se que “retirem o feitiço”. Se não ocorre o esperado, são queimadas vivas. Enquanto o governo tem feito alguns esforços, o trabalho mais consistente de combate à violência é muitas vezes deixado para grupos de igrejas e ONGs.

Philip Gibbs que faz trabalho missionários na província de Western Highlands de PNG, relata que muitas vezes eles são chamados a intervir. Para ele, a única solução é uma mudança na maneira dessas pessoas verem o mundo. Sem minimizar a existência de espíritos que podem atuar no mundo físico, Gibbs acredita que seu trabalho é “enfatizar que a fé cristã está lá para ajudar as pessoas a ter uma vida melhor e poder curar as pessoas.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: