Congresso dos Gideões movimenta economia de Camboriú

Além de movimentar a economia de Camboriú, o 32º Congresso Internacional de Missões dos Gideões, que ocorre até 5 de maio, cria oportunidades para que toda a população possa lucrar com o evento. Os setores imobiliário, comércio, turismo e hotelaria são bastante procurados nesta época, em função do aluguel de imóveis, pontos de venda de produtos e hospedagem.

 

O momento é tão bom para o comércio da cidade, que estimula até a contratação temporária em função dos novos comerciantes que se estabelecem no período do evento. A moradora de Camboriú Camila Paim Prada, por exemplo, conseguiu pela primeira vez um emprego durante o congresso.

— Antes eu não tentei por causa da escola, mas bastante gente consegue emprego nesse época — afirma.

De acordo com o secretário de Finanças do município, Sérgio Venâncio, a expectativa é manter os 568 alvarás expedidos em 2013, entre ambulantes e pontos fixos que vem para o congresso. O valor é de R$ 900 para até 20m² e para ambulantes é de R$ 350.

— O congresso movimenta bastante a economia do município e da região. Alguns empresários aproveitam para juntar dinheiro e fazer novos investimentos — comenta.

Banheiro de aluguel

Quem também resolveu aproveitar o evento religioso para ter uma renda extra foram os namorados Luisa Rebello Vieira e Jorge Gustavo Batista Vieira, que moram em Camboriú. Eles alugam o banheiro de casa para comerciantes e gideões, cobrando R$ 1 para o uso do banheiro e R$ 3 para tomar banho. Segundo eles, o lucro chega a aproximadamente R$ 70 por dia.

— Os nossos vizinhos sempre faziam isso e dava certo, então decidimos alugar também. Vem bastante gente procurar, a maioria são comerciantes que vieram trabalhar durante o congresso — explica Luisa.

Os dois afirmam que o trabalho vai até perto da 1h30 da madrugada, mas vale a pena pelo lucro no fim do dia, que já chegou a R$ 250 em uma data.

Bíblia é o item mais vendido no congresso

O 32º Congresso Internacional de Missões dos Gideões não traz benefícios apenas para quem é de Camboriú e região. Muitos comerciantes vem de fora para aproveitar os bons resultados do evento. Um deles é Joselito Santos, que é gideão e veio da Bahia para trabalhar na cidade durante o evento.

Em sua barraca ele vende bíblias de diversos tipos e tamanhos, óleos para que os pastores possam ungir as pessoas e até envelopes para o dízimo e contribuições. Segundo ele, os bálsamos já vem prontos para a unção e são vendidos para qualquer pessoa, no entanto ele alerta que só pastores, presbíteros e ministros podem usar. O valor varia de R$ 2 a R$ 5.

— Baseado no que a Bíblia diz só eles podem usar, mas não é o óleo que cura, o que cura é Jesus — explica.

Santos afirma ainda que o item mais vendido é a Bíblia, pois são feitas muitas conversões. Marina Freitas Freire é uma prova dessa preferência. Ela veio de Vitória (ES) para participar do congresso e aproveitou para comprar 50 bíblias. Cada uma custou R$ 5.

—São 11 anos que venho pra cá, quando tem uma folga dos cultos vamos fazer compras, achei as bíblias com o preço em conta e levei. Meu marido é pastor, então nós fazemos doações para os novos convertidos — conta.

Outro comerciante que veio de longe para o congresso foi Carlos Eduardo dos Santos. Ele é de São Paulo e acompanha há 14 anos o evento religioso, vendendo ternos, camisas, gravatas e sapatos.

— O lucro aumenta em torno de 20% a 30% com o encontro, mas o alvará é caro, pagamos R$ 1,2 mil pelo espaço — ressalta.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: