Haitianos: tensão entre os Estados de São Paulo e do Acre

Um pedido de audiência pública foi apresentado na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados.

O clima entre os Estados do Acre e de São Paulo ficou tenso depois que o Governo do Estado do Acre contribuiu com o envio de 400 haitianos para o Estado de São Paulo. Ofensas foram trocadas, o governador do Acre Tião Viana foi comparado a um “coiote” por uma secretária de Geraldo Alckimin. Agora, todos buscam uma solução para o imbróglio.

Há mais de três anos, o Acre lida com a chegada dos imigrantes que utilizam o Estado como rota de entrada para demais estados do país. Desde 2010, após terremoto que devastou o Haiti, haitianos entram no Estado, trazidos por coiotes, pela rota Panamá-Equador-Peru-Brasil, entrando no Brasil pela divisa do Acre com os países Bolívia e Peru.

O Governo do Acre acolheu esses imigrantes com um alojamento improvisado, alimentação, saúde e, em parceria com o Governo Federal, facilitou a expedição de documentos para a entrada desses imigrantes no Brasil. Somente com a alimentação desses imigrantes, o governo gastou R$ 4,5 milhões, conforme dados da Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado.

20 mil imigrantes de diversas nacionalidades, haitianos, senegaleses e dominicanos, já passaram por aqui. Um abrigo, construído no município de Brasiléia no Acre, cidade que possui pouco mais de 10 mil habitantes, recebeu quase 3 mil haitianos. Porém, o objetivo deles nunca foi permanecer no Acre.

O Governo do Estado buscou ajuda federal, os parlamentares do Acre promoveram audiências, trouxeram o ministro da Justiça para conhecer de perto a situação do Estado. No entanto, pouca importância foi dada ao assunto inclusive pela imprensa.

Com a cheia do Madeira, a BR 364 ficou com o tráfego restrito, o que dificultou o abastecimento do Estado inclusive de alimentos, a situação que já era difícil, ficou ainda mais complicada. De acordo com o secretário de Justiça e Direitos Humanos do Acre, Nilson Mourão, a decisão de contribuir para a saída do estado foi tomada porque o Acre não tem estrutura para absorver esses imigrantes.

O senador Jorge Viana indignou-se com o pouco caso que vinha sendo dado à situação, enquanto o problema estava no Acre e a repercussão que o caso ganhou com a chegada de 400 haitianos em São Paulo. “Quando o problema estava no Acre, envolvendo o povo pobre do Haiti, não tinha importância, não estava nas pautas. Mesmo que fossem 20 mil. Mas 400 haitianos chegando à São Paulo, em uma semana, não pode”, declarou o senador em sua página pessoal no facebook.

haitianos-sao-paulo29-04-2014

Imigrantes haitianos sentados em frente à paróquia Nossa Senhora da Paz, no Glicério, em São Paulo/Foto: Folhapress

 

A deputada federal Perpétua Almeida convocou, na sexta-feira (25), em Brasília, reunião com autoridades dos governos do Acre e de São Paulo e, um pedido de audiência pública foi apresentado na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados.

“O Acre é um estado pobre e, mesmo assim, durante todo esse período, deu guarida, assistência social, cuidados básicos de saúde, alimentação e assistência humanitária aos haitianos. O Acre, um estado tão pequeno, deu exemplo de solidariedade e acolhida aos haitianos. Mas, infelizmente, o governo da maior cidade da América Latina e a mais rica do Brasil, São Paulo, se mostra preconceituoso com os haitianos” declarou.

Acre

Os haitianos foram trazidos de Brasiléia para Rio Branco, pela pouca estrutura que a cidade oferecia e para facilitar o deslocamento deles para o restante do país. O abrigo provisório de Rio Branco fica no Parque de Exposições. Ontem (28), havia 270 imigrantes no abrigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: